Tudo o que você sempre quis saber sobre a história da Chanel!

Descubra a história da Chanel e se inspire nas principais criações da estilista!

“A moda não é algo que existe apenas nos vestidos. A moda está no céu, na rua, a moda tem a ver com as ideias, a maneira como vivemos, o que está acontecendo.’’ Essa grandiosa frase vem de Gabrielle Bonheur Chanel, uma das principais estilistas do mundo da moda e criadora do império Chanel. 

Conheça um pouco da história da marca francesa Chanel que tem uma importante contribuição no mundo da moda.

O começo de tudo

A estilista nasceu na França no final de 1800, mais exatamente em 19 de agosto de 1883 durante a La Belle Époque, fase de euforia caracterizada por grande produção artística, literária e desenvolvimento tecnológico vivida na Europa, entre 1871 e 1914. 

Já na moda os destaques eram para roupas com espartilhos restritivos, além da maioria das mulheres não terem carreira ou independência financeira.

Após a morte de sua mãe, Chanel ficou órfã e foi no orfanato em que foi ensinada a costurar, mal sabiam as freiras que estariam colocando-a no caminho para se tornar uma das verdadeiras grandes nomes da moda do mundo.  

Com 21 anos, Chanel consegue seu primeiro emprego de assistente de loja e costureira na Maison Grampayre, um ateliê de enxovais. Nessa época a estilista se apresentava eventualmente como cantora em clubes, e foi assim que ela recebeu o apelido “Coco”.

Em uma dessas noites de cantoria ela conheceu Étienne Balsan, o primeiro namorado, herdeiro de uma fábrica de tecidos e que a introduziu à alta sociedade francesa.

A Chanel

A Chanel S.A se originou em 1909, quando Coco Chanel abriu uma loja de chapelaria no Boulevard Malesherbes, o térreo do apartamento parisiense de seu namorado Balsan.

O relacionamento com Balsan não durou muito, pois ela se apaixonou por Arthur Edward “Boy” Capel, um milionário inglês que manteve um longo relacionamento com ela.

Capel decidiu investir no talento de Coco, e a ajudou a abrir a primeira loja, especializada em chapéus. A Chanel Modes ficava no número 21 da rue Cambon, em Paris. Rapidamente Coco alcançou o estrelato. Seus chapéus eram queridos pelas grandes atrizes francesas da época. 

O sucesso fez com que ela logo abrisse uma segunda loja, no balneário de Deauville. Lá, além dos chapéus, ela lançou uma coleção de roupas. Um hit da época era a blusa marinière, com listras horizontais, inspirada nos marinheiros.

Audaces | Improve your design
Foto/Reprodução: Pinterest

A terceira loja de Coco foi aberta em 1915 em Biarritz, próspera cidade praiana francesa, quase na fronteira com a Espanha. Com a Primeira Grande Guerra, a elite parisiense foge da capital com uma pressa que não lhe deixa carregar o guarda-roupa e, recorrem ao conforto das criações de Coco. 

Enquanto outras lojas fechavam, a Chanel seguia aberta. A escassez de tecido durante a guerra forçou a estilista a trabalhar com jérsei, um tecido barato, até então reservado para roupa íntima masculina. A sua ousadia triunfa. A loja de Biarritz deu tão certo que, em um ano de funcionamento, Coco pôde devolver a Arthur Capel todo o dinheiro que ele havia investido. 

No pós-guerra, a empresa prosperou e empregou cerca de 300 trabalhadores. Em plena ascensão, em 1921, Gabrielle adquiriu novos edifícios na rue Cambon, ampliou a sua loja e lançou a sua própria marca de perfumes. É o perfumista da corte russa, Ernest Beaux, a quem é confiada a elaboração da primeira fragrância: o famoso Chanel n º 5.

Chanel nº 5. Quando a Embalagem fala por si!
Foto/Reprodução: Pinterest

Em 1926, Coco Chanel criou la petite robe noir: um vestido preto – cor inédita na Alta Moda, pois era reservado apenas ao luto. Este modelo, inspirado no uniforme que Coco usava no orfanato. Um misto entre luxo e contenção, entre classicismo e modernidade, entre eterno e contemporâneo. “Com uma camisola preta e dez filas de pérolas revolucionou a maneira como nos vestimos”, dizia Christian Dior.

Em 1935, Coco atingiu o auge profissional, com 4 mil funcionários, na maioria mulheres, trabalhando em seus ateliês e nas lojas, até 1939, quando a Segunda Guerra Mundial atingiu em cheio a França.

Embora Gabrielle empregasse cerca de 4000 trabalhadores, é forçada a fechar as lojas e exila-se na Suíça.

O recomeço

A Chanel reabre apenas em 1954. E aqui está a diferença entre um nome e um ícone: Gabrielle revolucionou a moda não uma, mas duas vezes. Aos 71 anos, Coco decide afirmar o seu estilo com inúmeras peças marcantes – Karl Lagerfeld chamava-lhes de “les éléments éternels”.

Ela optou então por atualizar os looks clássicos. Foi a consagração do tailleur de tweed, por exemplo, com saia e blazer sem gola, botões dourados e a correntinha costurada por dentro da barra, dando peso e garantindo o caimento perfeito da peça.

Coco Chanel: um dos ícones máximos da moda mundial - Mega Curioso
Foto/Reprodução: Pinterest

Acessórios como bolsas, sapatos e jóias, que hoje são peças icônicas da grife, foram lançados na retomada da Chanel. A bolsa 2.55, por exemplo, em matelassê com corrente dourada, foi lançada em 1955. Os sapatos bicolores, beges com as pontas pretas, que alongam as pernas e fazem os pés parecerem menores, são de 1957.

Chanel viveu até os oitenta e sete anos, e continuou trabalhando até o fim de sua vida, em 1971. Karl Lagerfeld assumiu seu lugar e tornou-se diretor artístico da Chanel, de 1983 até fevereiro de 2019, quando faleceu. Virginie Viard, que trabalhou ao lado de Lagerfeld desde 1987, é a atual diretora da Chanel, perpetuando o sucesso da grife francesa.

Onde você pode comprar peças da Chanel?

No Prettynew você pode encontrar diversas peças da marca! Você pode encontrar as peças da temporada passada que fugiram e não estão mais disponíveis nas lojas.

Bolsa Chanel Woc Rosa Pink | Disponível no Prettynew

E já mencionamos que é sustentável? As peças de investimento de alta qualidade feitas por marcas renomadas como a Chanel são feitas para durar, e a compra no Prettynew estende seu ciclo de vida dessas peças.

Sapatilha Chanel Elástico Bicolor | Disponível no Prettynew

Além disso, todas as nossas peças passam por um rigoroso processo de autenticidade e curadoria feito por nossa equipe!

Gostou do post? Acompanhe nossas novidades e fique por dentro de todas as tendências! Acesse o Prettynew para conferir nossa coleção de itens da marca!

Comentários